sexta-feira, 19 de junho de 2009


Carta da CNBB aos padres

CNBB
Uma carta redigida pela presidência da CNBB em comemoração a abertura do Ano Sacerdotal, que começa amanhã, dia 19, agradece a todos os padres do Brasil que sempre se colocaram a serviço do Povo de Deus, por levar o Evangelho aos mais necessitados e pede também que seja dinamizada a Pastoral Presbiteral, a fim de que venha a ser um "verdadeiro instrumento de comunhão entre os presbíteros, auxiliando-os nas mais diversas circunstâncias", explica um dos trechos da carta.
A abertura do Ano Sacerdotal que começa no mesmo dia da Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, quando se comemoram 150 anos sobre a morte de São João Maria Vianney, mais conhecido por Santo Cura D’Ars, que será proclamado, por Bento XVI, padroeiro dos sacerdotes. O tema escolhido para o Ano Sacerdotal é o de "Fidelidade de Cristo, fidelidade do sacerdote".
Íntegra da carta da presidência da CNBB
Amados presbíteros do Brasil,
"Dou graças ao meu Deus, cada vez que me lembro de vós nas minhas orações por cada um de vós. É com alegria que faço minha oração, por causa da vossa comunhão no anúncio do evangelho..." (Fl 1,3-5a). Na solenidade do Sagrado Coração de Jesus, dia de oração pela santificação do clero, por ocasião da abertura do Ano Sacerdotal, convocado por S. Santidade o Papa Bento XVI, nós Bispos do Brasil, queremos manifestar nossa profunda gratidão a todos os presbíteros que diuturnamente se colocam a serviço do Povo de Deus.
Não obstante as fragilidades, reconhecemos o grande dom de Deus na vida e no ministério dos presbíteros do Brasil. Fazemos nossas as palavras do Cardeal Cláudio Hummes no 12º Encontro Nacional de Presbíteros: “de modo geral, são homens dignos, bons, homens de Deus, admiráveis, generosos, honestos, incansáveis na doação de todas as suas energias ao seu ministério, à evangelização, em favor do povo especialmente a serviço dos pobres e dos marginalizados, dos excluídos e dos injustiçados, dos desesperados e sofridos de todo tipo, deles nos orgulhamos, os veneramos e amamos realmente, com claro reconhecimento do trabalho pastoral que realizam”.
Neste Ano Sacerdotal, que se estende de 19 de junho de 2009 a 19 de junho de 2010, desejamos que seja dinamizada a Pastoral Presbiteral, a fim de que venha a ser verdadeiro instrumento de comunhão entre os presbíteros, auxiliando-os nas mais diversas circunstâncias. Para tal sugerimos as indicações, divulgadas pela CNBB, para o Ano Sacerdotal.
O Ano Sacerdotal seja espaço para intensificar e promover a santificação dos sacerdotes e ajudá-los a perceberem cada vez mais a importância do seu papel e de sua missão na Igreja e na sociedade contemporânea.
Ao celebrarmos os 150 anos da morte de São João Batista Maria Vianney, o Santo Cura D’Ars, invocamos sua proteção e inspiração para a vivência do tema do Ano Sacerdotal “fidelidade de Cristo, fidelidade do sacerdote”.

Dom Geraldo Lyrio Rocha Dom Luiz Soares Vieira
Arcebispo de Mariana Arcebispo de Manaus
Presidente da CNBB Vice-Presidente da CNBB
Dom Dimas Lara Barbosa
Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro
Secretário Geral da CNBB
http://www.luzdavida.org.br/novo2/index_conteudo.php?page=admin/controle.php?path=noticia/listar&acao=ver&idnoticia=4096