sábado, 19 de dezembro de 2009

TUDO PASSA, SÓ DEUS FICA !


No livro de Jó está escrito: “O Senhor deu, o Senhor tirou” (Jó 1,21). Para que essas palavras não nos amedrontem, pois, não são objetivos da .....
Sagrada Escritura essa prática, busquemos consolações em Santa Tereza de D´Ávila, Doutora da Igreja, que diz: “Nada te perturbe, nada te espante. Tudo passa, só Deus basta”. Busquemos conforto também nas  ....
palavras de São Paulo: “Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação? A angústia? A perseguição? A fome? A nudez? O perigo? A espada? Nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem o presente, nem o futuro, nem as potestades, nem as alturas, nem os abismos, nem outra qualquer criatura nos poderá apartar do amor que Deus nos testemunha em Cristo Jesus, nosso Senhor”. (Rom 8,35; 38-39).  Ainda completa o Apóstolo dos Gentios: “Tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus” (Rom 8,28). Ou seja, quando estamos com Deus, até o mal concorre para o nosso bem. Quantas vezes já duvidamos dessas palavras? E quantas outras, que a incredulidade fez parte do nosso pensar e agir. E por mais quantas quisemos “chutar o pau da barraca” por causa de nossas frustrações? Momentos esses, que queríamos até fugir da vida, das obrigações diárias, enfim, de tudo. A ponto de pensar coisas horríveis, absurdas, negativas, até mesmo acabar com nossas vidas. São nesses momentos de grandes tribulações que se conhecem as almas virtuosas, ou melhor, os verdadeiros cristãos.  Pois, é muito fácil viver na bonança, quando tudo estar “conspirando” ao nosso favor, quando não encontramos dificuldades, doenças e outros problemas para resolvermos. Virtuoso é aquele que sabe lidar com esses momentos, e ainda, conservar a paz interior, ter sobriedade e paciência, passar pelas “Noites Escuras” sem ficar reclamando, murmurando ou maldizendo a vida. Não quero aqui, fazer apologia à insensibilidade, seja de sofrimentos ou de qualquer miséria humana. Não! Ao contrário, temos que tentar viver intensamente esses momentos difíceis e encará-los com fé e naturalidade. São nessas situações adversas, que encontramos as “ferramentas” necessárias para a nossa santificação diária. É preciso que tiremos de cada dificuldade uma aprendizagem para nossa vida, pois, Deus, nos ensinou como tirar do mal um grande bem, assim escreveu S. Paulo em sua carta: Deus tornou Jesus, que era sem pecado, em pecado por nós; e em lugar da vida de pecados, Jesus nos dá Sua vida sem pecado, para que com isso possamos ser livres do pecado Nele. (II Coríntios 5:21). O homem por si só não pode realizar tal façanha, dependerá em parte da graça do Altíssimo. Por isso, peçamos sempre a Deus essa graça em Oração, pois, Ele, é o único que nos dará diante de toda tribulação, os dons necessários para lutarmos contra toda e qualquer adversidade humana. Pois, se Deus é por nós, quem será contra nós?

A única certeza que temos na vida é esta: “Tudo passa, só Deus basta”. Por isso, aumentemos nossa confiança no Deus da Misericórdia, assim nos exorta Santa Faustina através do seu Diário Espiritual: “Nessa hora, conseguirás tudo para ti e para os outros. Nessa hora, realizou-se a graça para todo o Mundo: a misericórdia venceu a justiça”. (Diário 1072).
Portanto, “O mundo passa, mas quem cumpre a vontade de Deus permanece para sempre” (I Jo 2, 17). Porém, existe alguém que não passa, Deus, e existe uma forma de que nós não passemos também, exorta-nos santa Faustina de Kowalska: “Compreendi que todo o esforço para atingir a perfeição e toda a santidade consiste no cumprimento da vontade de Deus”, essa é a forma! 
    
Por: Wander Venerio .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por nos visitar!