quarta-feira, 10 de março de 2010

Nota à imprensa sobre o Plano Nacional de Direitos Humanos

A Arquidiocese de Goiânia vem, neste período quaresmal, manifestar a todos os cristãos sua preocupação com o Decreto nº 7.037/2009, assinado pelo Presidente da Republica, que institui o Plano Nacional de Direitos Humanos do Governo Federal. Atenta aos avanços e conquistas sociais refletidas neste Decreto, mesmo assim a Igreja não pode deixar de cumprir o papel profético com que anuncia a Boa Nova e denuncia as injustiças e o mal.
Evidenciamos, hoje, que não se pode admitir que o Estado, sob o falso discurso de proteção dos Direitos Humanos, venha defender como regra para a nação os seguintes pontos:
  Legalização do aborto e intervenção na vida até mesmo por meio de manipulação indevida de embriões;
Alteração da formação familiar, com políticas que permitam a união de pessoas do mesmo sexo, inclusive a adoção de filhos por tais pessoas.
Legalização da prostituição;
Erotização precoce de crianças e adolescentes nas escolas, por meio de política educacional malformulada;
Exclusão dos símbolos religiosos das instituições públicas;
Suposta atenção para com os idosos sem que o Estado reveja os prejuízos causados a essa parcela da população com a reforma da Previdência, no tocante ao achatamento das aposentadorias e da qualidade de vida das pessoas idosas.

Há de se observar, a título de exemplo, que em flagrante contradição o Governo gasta vultosas quantias na propaganda contra a prostituição infanto-juvenil e contra o tráfico de pessoas, principalmente de mulheres para a prostituição no estrangeiro, e agora quer estabelecer uma política de legalização da prostituição, instituindo e legalizando daquilo que serve como base para tais crimes.
Não se pode admitir que supostas tramas macabras, travestidas de “políticas públicas” acabem por autorizar a matança de milhões de inocentes no ventre de suas mães. Portanto, cabe a todos os cristãos refletirem atentamente e se posicionarem, diante da gravidade dos fatos e sob a orientação do Santo Evangelho e da doutrina da Igreja.
Quaresma de 2010,

ARQUIDIOCESE DE GOIÂNIA
Por: http://www.arquidiocesedegoiania.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por nos visitar!