domingo, 29 de agosto de 2010

REFLEXÃO TEOLÓGICA

Ao rezar na Sexta-feira passada a Oração da Noite (Completas) na Liturgia das Horas, fui tocado pelas palavras do Salmo 87: “Afastastes de mim – os parentes e amigos, e agora só as trevas -são meus companheiros”. É verdade essas palavras, quantas vezes as trevas tem sido meus companheiros e o quão é difícil aceitá-las como ela é. E o mais impressionante é que nessas horas quase que todos parentes e amigos realmente somem ou seja, não estão próximos de nós. Que o Senhor nos ensine a viver esses momentos de “trevas” em nossas vidas, pois, assim como Santa Teresa, S. João da Cruz e muitos outros, aprenderam a viver tais momentos com tamanha intensidade e foram muitos felizes em Cristo Jesus, amém.

Por: Wander Venerio C. de Freitas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por nos visitar!