quinta-feira, 17 de março de 2011

Vereador Gari Negro Jobs terá Missa de 7º dia presidida por Arcebispo de Goiânia

 Arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, preside, nesta quinta-feira, 17, missa de 7° dia do Vereador Gari Negro Jobs. A cerimônia será realizada às 20 horas, na Comunidade Divino Pai Eterno, no Setor Finsocial. O íder do PSL teve um infarto e morreu no Hospital do Coração, em Goiânia, sexta-feira passada, 11, por volta das 5h30. Negro Jobs estava com 52 anos

BIOGRAFIA

Nascido em 8 de fevereiro de 1959, em Mata Verde (MG), José Batista da Silva, o vereador Gari Negro Jobs (PSL-GO), transformou-se em liderança popular em Goiânia na década de 1990 com campanhas eleitorais bem humoradas e críticas. Sua recente eleição foi objeto de reportagens na mídia nacional, com destaque para os jornais Correio Brasiliense, Diário da Manhã, O Popular, O Globo e Folha de S. Paulo, além de diversas emissoras de televisão. Aos 7 anos de idade, Jobs abandonou o Vale do Jequetinhonha, em Minas Gerais, e se mudou para Goiânia. Jobs jamais imaginou que seria motivo de reportagem da revista Veja, como ocorreu em maio de 2009, ocasião em que a revista nacional focaliza sua vitória honesta e limpa. A eleição de Jobs representa uma série de conquistas: dos humildes, dos pequenos partidos e das minorias. Na capital de Goiás, começou a vida profissional como engraxate e lavador de carro. Eleito vereador em outubro de 2008, após tentar sete pleitos, ele reuniu em seu leque de causas e projetos a defesa dos negros, minorias sociais, garis, servidores públicos, meio ambiente e soluções criativas para modernizar a cidade de Goiânia. Irreverência e criatividade são as marcas das campanhas eleitorais do político que foi eleito ao gastar apenas R$ 3,5 mil, usados para financiar a gasolina da Brasília Amarela.

Fonte: http://www.arquidiocesedegoiania.org.br 
Foto: http://www.fotolog.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por nos visitar!