terça-feira, 10 de abril de 2012

TRINTA IMPRECISÕES E ERROS A EVITAR NA CELEBRAÇÃO DA EUCARISTIA

MICROFONE
Volume alto ou baixo demais ; Ruídos ; Falar longe ou próximo demais; Sacerdote presidente ter que segurar microfone durante a missa.
DICÇÃO
Pronúncia e prolação de difícil compreensão; Orar e ler com pressa; Pausas exageradas e vagareza excessiva; Comunicação estilo lexotan ou adrenalina; Voz triste ou excessivamente feliz ; Nenhuma ênfase; recto tono irritante; Ênfase de locutor de esporte ou de rodeio.
CANÇÕES
Sacerdote que insiste em cantar e .....
celebrar ao mesmo tempo; Presidente da celebração empunhar o violão e cantar; Diácono ou sacerdote que insiste em cantar o evangelho todo em geral, com melodia improvisada e errada porque não estudou composição; Cantar o evangelho em tom desafinado e não aceitar críticas de colegas e povo; Exibicionismo do celebrante cantor; Exibicionismo da cantora ou do cantor solo; Exibicionismo do instrumentista; Um ou dois instrumentos altos demais a ponto de encobrir as vozes; Bateria descontrolada e excessivamente barulhenta; Mudar o ritmo da canção.; Coro que canta gritado. Sem fortes e suaves.; Canções que o povo não conhece; Canções longas demais com 3 A 7 estrofes; Imposição de canções do movimento ao qual os cantores pertencem; Escolha errada de textos e canções que nada têm a ver com aquela celebração; Canção bonita em momento errado da celebração; Tocar melodia como fundo musical durante a consagração; Ignorar o silêncio exigido para ação de graças; Tocar ( bem ou mal) um fundo musical na hora do silêncio pós comunhão; Mais tempo de canção do que de fala na celebração; Compositor que estreia uma canção sem permissão do celebrante; Mostrar novo disco durante a missa ou anunciá-lo em plena celebração.

LEITURAS
Leitores que não preparam suas leituras; Leitores que gaguejam demais; Leitores com pronúncia indecifrável; Caridade para com eles pode ser falta de caridade para com a comunidade.; Leitores que não olham para a comunidade. Entram e saem de cabeça baixa; Leitores exibicionistas; Leitoras ou leitores mal vestidos; Roupas chamativas e até excessivamente reveladoras; Ler baixo ou alto demais; Boca longe demais ou colada demais ao microfone.
PREGADOR
Exibicionista estilo “ chegou a hora que vocês esperavam”; Trajes exagerados; Gestos que causam riso e pena.; Rostos e caretas que tiram a seriedade da pregação; Excesso de piadinhas; Severidade excessiva; Denuncias demais; Nenhuma denúncia; Pregação nefelibata, coisa de “pra lá das nuvens”; Ênfase excessiva no testemunho pessoal; Obvio demais; Repetitivo demais, mesmice cansativa; Pouca leitura, pouca citação e pouco estudo prévio do sermão; Pregador passeador demais; Pregador imóvel como poste; Olhos que não buscam o povo; Olhos que só miram um lado e um grupo; Timidez excessiva; Desenvoltura de ator; Pregador gritalhão; Pregador suave demais; Sermão que nada tem a ver com os textos daquela celebração; Avisos demais; Bronca demais; Mau humor; Engraçado demais; Anunciar o próprio livro ou Cd durante o sermão; Permitir foto grande de si atrás do púlpito ou do altar; Celebrar sem motivo grave, de havaiana ou de manga de camisa ou estola; Ir para ao altar com aparência descuidada ou em total desalinho; Exagerar na riqueza dos trajes.; Túnicas propositadamente bordadas com desenho arco íris…; Túnica provocativamente cor rosa choque; Celebrar sem o conhecimento do bispo com gibão, chapéu e bombacha; Consagrar num copo ou numa cuia de chimarrão.
Pe. Zezinho scj 
Fonte: http://www.padrezezinhoscj.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por nos visitar!