sábado, 30 de junho de 2012

Discordâncias

Acontece não poucas vezes na nossa vida que nos indispomos contra quem ousou discordar de nós e corrigir-nos. A admiração de ontem passa a ser a mágoa de agora. Quem ele acha que é para me corrigir a mim ou ao nosso grupo?… Conseguimos ser amigos de quem concorda conosco e nos elogia, mas temos enorme dificuldade de considerar amigo aquele que ousou dizer que nosso método de trabalho, nosso modo de falar, nossas idéias não correspondem ao que a Igreja pensa sobre aquele assunto. Seria a coisa mais simples do mundo dizermos: – “Então ele não pensa como eu penso! É meu irmão e tem todo esse direito porque estudou mais sobre o tema”. Mas muitas vezes, como gostaríamos que todo mundo nos aplaudisse e concordasse conosco, nos armamos contra essa pessoa que ousou dizer  ............
o que pensava, enquanto nós não ousamos dizer a ela que o que pensamos. Então agimos emburrados, não falamos, não ouvimos. E, quando a pessoa passa por nós nem a cumprimentamos. Passei meses atrás cerca de uma hora perto de um pregador. Tentei conversar com ele três vezes e ele não respondeu. Seu mutismo era para me agredir. Soube, depois, que ele se magoou quando me ouviu num programa de rádio dizer que deveríamos exigir provas do pregador que afirma que Deus lhe disse alguma coisa naquela noite… Ele fazia isso. Achava-me inimigo dos revelados. Não sou. Apenas quero provas. Jesus mandou questionar . ( Mt 24, 24-26) Se somos incapazes de conviver, de sermos gentis, com alguém que discordou de nós, então alguma coisa estranha está acontecendo em nossa vida. Um ser humano maduro não perde o humor nem a classe com alguém ousou pensar diferente ou disse o que pensava. Talvez não tenhamos sido educados para o diálogo ou talvez nos tenhamos em tanta conta que fica proibido a qualquer pessoa discordar da nossa maneira de pensar ou de evangelizar. Isso tudo pode e deve mudar um dia, mas para que aconteça terá que começar conosco. Aceitemos aprender enquanto ensinamos. Continuemos irmãos de quem discorda de nós. Paulo e Pedro conseguiram…
Pe. Zezinho scj 

Fonte: http://www.padrezezinhoscj.com
Imagem: http://www.meuscacosamigos.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por nos visitar!