quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Amigos espalhe essa idéia no Facebook!

"EU NÃO RESPEITO A VAGA DO DEFICIENTE"


Uma cadeira de rodas sobre a qual foi borrado um X em vermelho. Acima dela, a frase "EU NÃO RESPEITO A VAGA DO DEFICIENTE". O fundo é branco e o adesivo redondo. Criado pelo artista gráfico Ivan de Sá a partir de uma ideia (e por encomenda) do jornalista Ruy Fernando Barboza (editor de texto da revista Retrato do Brasil), tem sido afixado em carros em Florianópolis, mas Ruy pretende que a ideia se espalhe, numa campanha de objetivos educativos. Ruy, deficiente físico desde 2002, quando foi atingido no Rio de Janeiro por uma bala de fuzil, se diz "cansado de discutir com os que desrespeitam as vagas dos deficientes fisicos". Resolveu então começar sua campanha educativa: encomendou o adesivo e o cola em parabrisas de carros dirigidos por motoristas sem a menor sombra de deficiência que ocupam as vagas. "Até agora, o resultado foi melhor do que eu imaginava", conta ele. "Houve até quem me pedisse desculpas pelo abuso. Além disso, outro dia, no aeroporto, um soldado da PM multou um carro, ao ver um casal, sem qualquer problema físico, pegar o carro infrator que eu tinha carimbado. Foi a primeira vez que vi isso acontecer em Floripa". Se você quiser aderir a essa campanha proposta por Ruy pegue a imagem e faça também seu adesivo!  

Fonte: http://www.notaderodape.com.br

Um comentário:

  1. O comentário geral é: Uso a vaga dos deficientes, mas é só por alguns minutos. E se fosse o contrário? Será que teriamos paciência? Percebo que não. Foi o que vi numa propaganda, na qual foi deixada uma cadeira de rodas na vaga de um carro. As pessoas não deficientes firam perplexas ou desceram possessas para removerem a cadeira. Jesus já tem nos ensinado: Se queremos viver bem e melhor nos coloquemos no lugar dos outros. Que aprendamos a lição.

    ResponderExcluir

Obrigado por nos visitar!