sábado, 21 de maio de 2011

Cura interior oferece meios para sarar feridas espirituais

 
O ser humano pode ser ferido não somente no corpo, mas também na alma. A saída para sarar esse tipo de "trauma espiritual" passa por um processo conhecido como cura interior. "A cura interior é necessária para os relacionamentos desordenados. É quando a pessoa não se sente bem consigo mesma, uma espécie de desconforto interior, que não se sabe explicar o que é nem de onde vem", explica o fundador da Comunidade Emanuel e monge beneditino, Dom Cipriano Chagas. Segundo ele, os    ........
principais acontecimentos que exigem esse acompanhamento estão ligados à infância, ao ventre materno, a uma adolescência desregulada, bem como à educação familiar e referência nos lares.

E não é somente a intervenção divina que conta. A participação humana é fundamental. "É preciso querer ser curado. Se não for assim, não adianta nada", destaca Dom Cipriano.
O monge ressalta que é necessário aliar a cura interior com um acompanhamento médico/psicológico sempre que a ajuda do profissional da saúde se mostrar necessária. "Se houver a constatação clínica, através de exame, dessa necessidade, é preciso fazê-lo. A oração então vai influir na cura das experiências", afirma.
Apesar de ser a prática mais difundida, a cura interior não precisa ter sempre como base a oração de outra pessoa. O próprio indivíduo pode rezar por si mesmo. "No entanto, na maioria dos casos, mostra-se necessário a oração de outras pessoas, porque o homem, muitas vezes, não consegue ver sozinho diversos aspectos da própria história".

Por fim, Dom Cipriano ensina:
"É necessário abrir-se ao Espírito Santo, apresentar a Ele todos os cantos de nossa vida. Ele é muito respeitoso de nossa liberdade. Se não queremos, Ele não violenta nada. Ele pode ir nos seduzindo, e nós vamos nos abrindo cada vez mais à cura. É Ele quem sempre toma a iniciativa: sentir-se mal, na maioria das vezes, é iluminação do próprio Espírito Santo. Ele ilumina nosso interior, para que vejamos nossas necessidades e queiramos mudar. A própria vontade de mudar é o Espírito que dá, sem violentar-nos".


O que é?

De acordo com o livro A Cura de nossa afetividade e sexualidade, publicado pela Editora Canção Nova e com vários autores membros da comunidade Católica, a cura interior é "a restauração de nossa personalidade, a chave para a cura plena de uma pessoa. Cada dia é um dia de surpresas que o Senhor nos reserva para colher d'Ele mesmo o caminho de cura que necessitamos trilhar. Podemos confiar e nos abrir sem medo à ação do Espírito Santo, pois Ele trabalha para o nosso bem e nosso crescimento. Todos nós temos uma história e ela é o caminho para nos conhecermos melhor e trilharmos um rumo, tanto de cura como de crescimento, em nossas vidas".

A publicação oferece um passo a passo para quem deseja percorrer esse caminho:

1 - Coloque-se de maneira simples diante do Senhor;
2 - Peça ao Espírito Santo que revele as feridas que Ele deseja curar;
3 - Em nome de Jesus e diante d'Ele, ministre sobre si mesmo a aceitação deste fato do seu passado ou presente e, num ato de fé, creia que o Senhor reverterá isso em um grande bem para você e para os outros;
4 - Apresente a Jesus a área ferida, traumatizada, marcada;
5 - Ore em línguas ministrando a cura do Senhor, o quanto a inspiração o mover. Neste instante, abra-se ao Espírito Santo, pois, o Senhor pode revelar palavras de ciência, de sabedoria e de profecia sobre essa situação;
6 - Agradeça a Deus por esta área ferida, na certeza do grande bem que está sendo gerado;
7 - Não se esqueça de que a cura interior é um processo que ocorre das mais variadas formas e que esta oração pode, de acordo com a inspiração, ser feita em repetidas oportunidades. Entretanto, em cada uma delas, precisamos crer no poder de Jesus, que se manifesta concretamente em nós.

Por: Leonardo Meira da Redação
Fonte:http://noticias.cancaonova.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por nos visitar!