Seja Bem Vindos / Welcome

quinta-feira, 15 de abril de 2021

DOWNLOAD DO EBOOK DO PADRE LUIZ CARLOS LODI


A Alma do Embrião Humano - O Fundamentao Ontológico de sua Dignidade de Pessoa

A obra definitiva sobre o momento em que a alma espiritual é criada e infundida no corpo humano (animação), eixo do entendimento sobre a dignidade da pessoa do embrião. Trata-se que busca desde os pré-socráticos até os filosofos modernos, tudo que foi dito a respeito da alma humana.

"Escrevi esta tese com a intenção de honrar 'Jesus vivendo em Maria' na forma de embrião e de defender os demais embriões humanos criados à imagem e semelhança dele" - Padre Lodi

O ensinamento da Igreja sobre o matrimônio

"O ensinamento da Igreja sobre o matrimónio e sobre a complementaridade dos sexos propõe uma verdade, evidenciada pela recta razão e reconhecida como tal por todas as grandes culturas do mundo. O matrimónio não é uma união qualquer entre pessoas humanas. Foi fundado pelo Criador, com uma sua natureza, propriedades essenciais e finalidades.(3) Nenhuma ideologia pode cancelar do espírito humano a certeza de que só existe matrimónio entre duas pessoas de sexo diferente, que através da recíproca doação pessoal, que lhes é própria e exclusiva, tendem à comunhão das suas pessoas. Assim se aperfeiçoam mutuamente para colaborar com Deus na geração e educação de novas vidas.

3. A verdade natural sobre o matrimónio foi confirmada pela Revelação contida nas narrações bíblicas da criação e que são, ao mesmo tempo, expressão da sabedoria humana originária, em que se faz ouvir a voz da própria natureza. São três os dados fundamentais do plano criador relativamente ao matrimónio, de que fala o Livro do Génesis.

Em primeiro lugar, o homem, imagem de Deus, foi criado «  homem e mulher  » (Gn 1, 27). O homem e a mulher são iguais enquanto pessoas e complementares enquanto homem e mulher. A sexualidade, por um lado, faz parte da esfera biológica e, por outro, é elevada na criatura humana a um novo nível, o pessoal, onde corpo e espírito se unem.

Depois, o matrimónio é instituído pelo Criador como forma de vida em que se realiza aquela comunhão de pessoas que requer o exercício da faculdade sexual. «  Por isso, o homem deixará o seu pai e a sua mãe e unir-se-á à sua mulher e os dois tornar-se-ão uma só carne  » (Gn 2, 24).

Por fim, Deus quis dar à união do homem e da mulher uma participação especial na sua obra criadora. Por isso, abençoou o homem e a mulher com as palavras: «  Sede fecundos e multiplicai-vos  » (Gn 1, 28). No plano do Criador, a complementaridade dos sexos e a fecundidade pertencem, portanto, à própria natureza da instituição do matrimónio".

FONTE: https://www.vatican.va/roman_curia/congregations/cfaith/documents/rc_con_cfaith_doc_20030731_homosexual-unions_po.html

domingo, 21 de março de 2021

Oração do Papa Francisco a São José

“Glorioso Patriarca São José, cujo poder consegue tornar possíveis as coisas impossíveis, vinde em minha ajuda nestes momentos de angústia e dificuldade. Tomai sob a vossa proteção as situações tão graves e difíceis que Vos confio, para que obtenham uma solução feliz. Meu amado Pai, toda a minha confiança está colocada em Vós. Que não se diga que eu Vos invoquei em vão, e dado que tudo podeis junto de Jesus e Maria, mostrai-me que a vossa bondade é tão grande como o vosso poder. Amém”. 

quinta-feira, 4 de março de 2021

Consagração a São José

Glorioso São José, eu Vos amo e bendigo em união com Jesus e Maria. Ó Pai adotivo do Filho de Deus, Vós sois digno de ser louvado, venerado e invocado com especial amor e confiança, pelo primor de vossas virtudes, pela eminência de vossa dignidade, pela grandeza de vossa glória, e pelo poder de vossa intercessão. Na presença da Santíssima Trindade, perante Jesus, vosso Filho adotivo, e Maria, vossa Esposa Imaculada e minha Mãe amorosíssima, eu me consagro a Vós, tomando-Vos por meu pai, protetor e advogado junto a Jesus e Maria. Proponho firmemente, nunca esquecer-me de Vós, honrar-Vos todos os dias que Deus me conceder, e fazer quanto em mim estiver, para inspirar também a outros uma terna e sincera devoção para convosco. Dignai-Vos, eu Vos peço, ó glorioso São José, conceder-me vossa proteção especial, e admitir-me entre vossos mais fervorosos servos. Vigiai sobre mim em todos os perigos, e conservai-me o tesouro da pureza do coração. Em todas as minhas ações, trabalhos e sofrimentos assisti-me, favorecei-me junto a Jesus e Maria, e não me desampareis na hora da minha morte. Lembrai-Vos, ó São José, que com tanta confiança me consagrei a Vós, e rogai por mim, agora e sempre. Amém. [1]

NOTAS FINAIS:

[1] D. Frei Eduard
o José Herberhold, O.F.M. 
Livro de 1929 – 15ª Edição – Livro Raro Riquíssimo em orações indulgenciadas, pág. 263

segunda-feira, 1 de março de 2021

Oração ao grande santo e Pai adotivo de Jesus:

Glorioso São José, digno de ser entre os santos com especialidade venerado, amado e invocado, pelo primor de vossas virtudes, eminência de vossa glória e poder de vossa intercessão, perante a Santíssima Trindade, perante Jesus, vosso filho adotivo, e perante Maria, vossa castíssima Esposa, minha Mãe terníssima, tomo-vos hoje por meu advogado junto de ambos, por meu protetor e pai, proponho firmemente nunca esquecer-me de Vós, honrar-vos todos os dias que Deus me conceder, e fazer quanto em mim estiver, para inspirar vossa devoção aos que estão a meu encargo. Dignai-vos vo-lo peço ó pai do meu coração, conceder-me vossa especial proteção e admitir-me entre vossos mais fervorosos servos. Em todas as minhas ações assisti-me, junto de Jesus e Maria favorecei-me, e na hora da morte não me falteis, por piedade. Amém.

sábado, 27 de fevereiro de 2021

Onde está o corpo de São José?

Conheça o que a Igreja já disse sobre isso

Muitos teólogos e santos, dentre os quais alguns respeitadíssimos como São Tomás de Aquino, Clemente de Alexandria e São Bernardino de Sena, afirmaram que José esteve entre os santos que na ressurreição de Jesus saíram dos sepulcros conforme narra o evangelista Mateus (27,52-53). É evidente que São José seria o primeiro, devido à sua grandeza como pai de Jesus e esposo de Maria, a merecer este privilégio. Outros teólogos como Cornélio Lápide e Francisco Suárez, afirmam que José subiu aos céus em corpo e alma na ascensão de Jesus. O Papa Bento XIV limitou-se a afirmar que acreditava piedosamente que São José ressuscitou. A Igreja nunca se pronunciou a este respeito porque não é um artigo de fé. O próprio Bernardino de Sena afirma que: “Podemos crer por devoção, e não por segurança temerária, que Jesus ornou o seu pai putativo com o mesmo privilégio concedido à sua santíssima Mãe, de modo que, como ela foi levada aos céus em corpo e alma, assim também no dia da ressurreição do Senhor Jesus, ressuscitou consigo o santíssimo José…”

(Pe. José Antonio Bertolin, OSJ)

FONTE: https://pt.aleteia.org/2018/03/09/onde-esta-o-corpo-de-sao-jose/

sábado, 20 de fevereiro de 2021

São José cujo poder faz possíveis as coisas impossíveis

 Esta é a oração

Ó glorioso São José, a quem foi dado o poder de

tornar possível as coisas humanamente

impossíveis, vinde em nosso auxílio nas

dificuldades em que nos achamos.

Tomai sob vossa proteção a causa importante que vos

confiamos, para que tenha uma solução favorável.

Ó Pai muito amado, em vós depositamos toda a

nossa confiança. Que ninguém possa jamais dizer

que vos invocamos em vão. Já que tudo podeis

junto a Jesus e Maria, mostrai-nos que vossa

bondade é igual ao vosso poder.

São José, a quem Deus confiou o cuidado da mais

santa família que jamais houve, sede, nós vos

pedimos, o pai e protetor da nossa, e impetrai-nos

a graça de vivermos e morrermos no amor de

Jesus e Maria.

São José, rogai por nós que recorremos a vós. Amém!


terça-feira, 12 de janeiro de 2021

Oração pelos inimigos


Hoje celebrei uma Missa Votiva “por qualquer necessidade” e acrescentei as orações “pelos inimigos”. Tenho motivos para fazer isso hoje em dia. Há um pequeno grupo de pessoas que está agitando cruelmente algumas coisas bastante odiosas onlineNa Missa “para qualquer necessidade” o Evangelho é de Marcos 11, e inclui: Portanto, eu digo a você, tudo o que você pedir em oração, acredite que você recebeu, e será seu. E sempre que você estiver orando, perdoe, se você tem algo contra alguém; para que também vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas. ”Eu oro a Deus Todo-Poderoso pela graça de me ajudar a perdoar essas pessoas que estão determinadas a me machucar o máximo que puderem. O segredo para as orações pelos inimigos, existem pequenas variações nos livros.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2021

segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

Escreva uma Carta a São José e seja atendido de verdade!

Quando no fim do mês de Dezembro de 2006 entrei no estacionamento do imóvel situado em Roma, na Via Delle Vigne Nuove, não pensei que estava se cumprindo a profecia de São José. Me chamo Irmã Rebecca Nazzaro, superiora das Missionárias da Divina Revelação. A nossa comunidade nasceu na diocese de Roma em 11 de Fevereiro de 2001, depois de uma longa gestação de consagração laical com caráter religioso. Nascemos espiritualmente na gruta de Tre Fontane, onde a Virgem Maria apareceu com o título de Virgem da Revelação, a um homem, Bruno Cornacchiola, que combatia a Igreja Católica e queria assassinar o Papa Pio XII. A nossa missão é dedicada a nova evangelização com o propósito específico de tornar amada a Igreja Católica nos seus “Três Amores Brancos”: A Eucaristia, a Imaculada e o Santo Padre. Quando iniciamos, a nossa sede era um pequeno apartamento emprestado à nós por caros amigos devotos da Virgem da Revelação. Do primeiro núcleo de 7 irmãs, passamos para 9, 10... O Vicariato de Roma, reconhecendo neste crescimento o sinal da bênção de Deus, nos confiou um apartamento de propriedade da Diocese, no centro de Roma, no último piso, onde no terraço se podiam admirar todas as cúpulas das igrejas do centro histórico alternadas a sofisticadas antenas parabólicas. Parecia que tínhamos atingido uma decorosa organização para o nosso crescimento e desenvolvimento do nosso apostolado. O terraço era o nosso salão de visitas, as igrejas vizinhas, o nosso oratório, o jardim era o Circo Máximo e os nossos passeios dominicais aconteciam na Ilha Tiberina. O Senhor, na Sua infinita bondade, continuava a enviar moças que, devotas da Virgem da Revelação, pediam para fazer experiência conosco. Como acolhê-las? A nossa hospedagem era um quarto usado como sacristia e sala de reuniões... Precisávamos de alguns quartos a mais! Então tornamos às nossas orações e às nossas procuras... Claro, as condições econômicas eram muito escassas, mesmo se muitas pessoas, incluindo os nossos pais, se dispusessem a pagar um eventual financiamento. Junto com a Vigária, Irmã Daniela, iniciei a ver muitos imóveis de institutos religiosos, pequenos e grandes, esperando com fé pela Providência. A procura durou mais de 3 anos sem nenhum sucesso. Tínhamos já invocado São José muitas vezes, dedicando a ele as orações do mês, as novenas, o sacro manto (devoção a São José de 30 dias com ladainha e orações), mas... nada!

Um dia encontro uma religiosa, “Filha de São José”, lhe confio a nossa amargura por não ter ainda encontrado uma solução adequada para a nossa comunidade em crescimento e pergunto se teria uma oração “especial” para me sugerir. Com muita determinação me sugere de escrever uma carta a São José. Dizer que fiquei maravilhada pela proposta é pouco... e pedi mais explicações. Ela me confirma a sugestão de escrever uma carta a São José elencando nos detalhes as necessidades da nossa comunidade, porque São José nos atenderia exatamente nos detalhes. Se despede de mim dizendo que era segura que receberíamos tudo aquilo que precisávamos.

Eu não era nem um pouco convencida deste tipo de “oração” e reuni a comunidade para escrevermos juntas a carta a São José. Nos sentamos entorno da mesa e perguntei às irmãs como elas queriam o convento, porque São José responderia com precisão. Falava com elas em tom de brincadeira para esconder a minha incredulidade. As irmãs, cheias de fé e com tanta devoção, começaram a enumerar seus pedidos: de uma bela capela a um grande refeitório, do jardim a quarto de hóspedes, de uns 30 dormitórios a salas de estudos e conferência, sem faltar a estátua de São José e eu, para concluir, acrescento o pedido de uma minivan do tipo “Serena” da marca Nissan. O pedido foi escrito em 7 de Junho de 2006 em uma simples folha que colocamos atrás de um quadro de São José, a única imagem que havíamos do santo.

Nenhuma de nós se lembrava daquela carta e quando, em Dezembro de 2006 fomos convidadas a visitar o edifício que nos foi proposto, não pensávamos minimamente que São José o tinha preparado especialmente para nós. Surpresas pelo tamanhos do edifício, eu e a Irmã Daniela, procuramos acabar imediatamente com o encontro porque já sabíamos que não tínhamos a possibilidade econômica para um aluguel, e muito menos para uma compra! A irmã, comissária pontifícia encarregada de encontrar uma solução para a precedente comunidade que habitava neste edifício, a qual estava terminando, retificou o meu pensamento me dizendo que deveríamos somente que cuidar das últimas irmãs idosas que permaneceram e que tudo um dia seria nosso. Não! Não podíamos crer! Saímos do portão e na garagem vejo uma minivan... Nissan... Serena... Não conseguíamos crer nos nossos olhos! Voltamos para casa e contamos tudo às irmãs. Uma semana depois, em 6 de Janeiro de 2007, demos a confirmação que aceitávamos a proposta. 

Em 11 de Fevereiro de 2007, memória da Bem-aventurada Virgem de Lourdes e 6º aniversário da nossa aprovação pela Igreja, com todas as irmãs, fui no imóvel para almoçar com as irmãs idosas da outra comunidade em declínio. Todas, de ambas as comunidades, estávamos plenas de alegria e dos nossos corações um hino de agradecimento se elevava ao Senhor. Finalmente, em 25 de Junho de 2007, nos transferimos ao nosso novo ninho, nos doado pelo Senhor, por intercessão de São José, para iniciar uma nova aventura.  Em 1º de Julho, fizemos celebrar uma Missa Solene de agradecimento ao Senhor, cheias de gratidão pelo grande dom recebido, mas conscientes também da responsabilidade de tal dom.

Logo, dissemos umas às outras: “ se o Senhor nos deu uma casa tão grande é porque quer que a abramos para acolher quem deseja encontrá-lo, quem aspira viver momentos de alegria e paz, aquela alegria e aquela paz que somente Jesus nos pode dar”.

Desde então São José é invocado por nós com tanta fé e amor, certas de que ele saberá escutar o nosso grito de ajuda em meio as provas que a vida sempre reserva. Devo acrescentar que tantas vezes pedi perdão a São José pela minha inicial incredulidade, quando quase de brincadeira encorajei as minhas irmãs à escrever a nossa carta dos desejos. Obrigada São José, obrigada Jesus que sempre escuta aquele que em vida não Vos negou nada!

FONTE: https://www.divinarevelacao.org/2020/07/15/a-carta-dos-desejos-a-sao-jose/

quarta-feira, 18 de novembro de 2020

A Igreja vive da Eucaristia

 A Eucaristia, presença salvífica de Jesus na comunidade dos fiéis e seu alimento espiritual, é o que de mais precioso pode ter a Igreja no seu caminho ao longo da história. Assim se explica a cuidadosa atenção que ela sempre reservou ao mistério eucarístico, uma atenção que sobressai com autoridade no magistério dos Concílios e dos Sumos Pontífices. Como não admirar as exposições doutrinais dos decretos sobre a Santíssima Eucaristia e sobre o Santo Sacrifício da Missa promulgados pelo Concílio de Trento? Aquelas páginas guiaram a teologia e a catequese nos séculos sucessivos, permanecendo ainda como ponto de referência dogmático para a incessante renovação e crescimento do povo de Deus na sua fé e amor à Eucaristia. Em tempos mais recentes, há que mencionar três encíclicas: a encíclica Miræ caritatis de Leão XIII (28 de Maio de 1902),(5) a encíclica Mediator Dei de Pio XII (20 de Novembro de 1947) (6) e a encíclica Mysterium fidei de Paulo VI (3 de Setembro de 1965).(7)

FONTE: http://www.vatican.va/content/john-paul-ii/pt/encyclicals/documents/hf_jp-ii_enc_20030417_eccl-de-euch.html

domingo, 13 de setembro de 2020

COMO MARIA, NOSSA SENHORA, PODE LIVRAR UMA ALMA DO INFERNO.


Lê se na vida de sóror Catarina de S. Agostinho que havia, no lugar em que morava esta serva de Deus, uma mulher chamada Maria. A infeliz levara uma vida de pecados durante a mocidade. E já envelhecida, de tal forma se obstinara na sua perversidade, que fora expulsa pelos habitantes da cidade, e obrigada a viver numa gruta abandonada. Ai morreu finalmente, sem os sacramentos e sem a assistência de ninguém. Sepultaram-na no campo como um bruto qualquer. Sóror Catarina costumava recomendar a Deus com grande devoção as almas de todos os falecidos. Mas, ao saber da terrível morte da pobre velha, não cuidou de rezar por ela, pensando, como todos os outros, que já estivesse condenada. Eis que, passados quatro anos, em certo dia se lhe apresentou diante uma alma do purgatório, que lhe dizia: Sóror Catarina, que triste sorte é a minha! Tu encomendas a Deus as almas de todos os que morrem e só da minha alma não tens tido compaixão? – Mas quem és tu? – disse a serva de Deus. – Eu sou, - Respondeu ela – aquela pobre Maria que morreu na gruta. – E como te salvaste? – replicou sóror Catarina. – Sim, eu me salvei por misericórdia da Virgem Maria. – E como? – Quando eu me vi próxima à morte estando juntamente tão cheia de pecados e desamparada de todos, me voltei para a Mãe de Deus e lhe disse: Senhora, vós sois o refúgio dos desamparados. Aqui estou neste estado abandonada por todos. Vós sois a minha única esperança, só vós me podeis valer; tende piedade de mim. Então a Santíssima Virgem obteve-me a graça de eu poder fazer um ato de contrição; depois morri e fui salva. Além disso, esta minha Rainha alcançou-me a graça de ser abreviada minha pena por sofrimentos mais intensos, porém menos demorados. Só necessito de algumas missas para me livrar mais depressa do purgatório. Rogo-te que as faças celebrar. Em troca, prometo-te pedir sempre a Deus e à Santíssima Virgem por ti. Sóror Catarina logo fez celebrar as missas. Depois de poucos dias lhe tornou a aparecer aquela alma mais resplandecente do que o sol e lhe disse: Agora vou para o paraíso cantar as misericórdias do Senhor e rogar por ti.

FONTE:  Texto retirado do Livro: Glórias de Maria  - Ed. Santuário – Autor: Santo Afonso Maria de Ligório.

sábado, 15 de agosto de 2020

Nossa Senhora de Fátima


Em 1917, Nossa Senhora de Fátima profetizou aos três pastorinhos, Lúcia, Francisco e Jacinta, que, se a humanidade não desse ouvidos aos apelos que Ela vinha fazer, começaria uma segunda guerra mundial pior que a primeira e que a Rússia espalharia seus erros pelo mundo. O que de fato aconteceu: a segunda guerra ocorreu de 1939 a 1945 e a revolução comunista na Rússia eclodiu um mês depois da sexta aparição. Nossa Senhora vinha pedir a conversão pois, do contrário, duras perseguições se desencadeariam contra a Igreja e a mão de Deus puniria a terra por sua infidelidade.

Qual caminho a humanidade seguiu? Todos nós sabemos.

APARIÇÕES DO ANJO DE PORTUGAL

Assim como o nascimento de Jesus foi anunciado pelo Arcanjo São Gabriel, também as aparições de Nossa Senhora aos pastorinhos foram preparadas por meio de três aparições do Anjo de Portugal, depois das quais passaram a ter uma vida de oração e sacrifício muito mais intensa, tudo oferecido em reparação pelos pecados cometidos contra Deus e pela conversão dos pecadores.

domingo, 2 de agosto de 2020

10 dicas para manter as crianças seguras na internet

A rede está cheia de perigos: malware, ataques de phishing e lixo eletrônico. Todas estas ameaças podem atacar nossos filhos, que não possuem o conhecimento necessário e, em geral, são menos cautelosos com relação ao compartilhamento de informações, respostas às mensagens fraudulentas ou ao clicar nos links maliciosos que circulam na web.

Além disso, as crianças estão expostas a outros perigos ainda piores, como pornografia, violência, drogas e também sites focados na automutilação ou até mesmo suicídio. Infelizmente, este tipo de material impróprio está apenas a um clique de distância – inclusive os cibercriminosos utilizam assuntos totalmente inofensivos, a exemplo de desenhos animados como “Os Padrinhos Mágicos” e “Os Vingadores” que as crianças adoram e nos quais os pais confiam 100%.

 As crianças também podem estar expostas a milhares de banners publicitários que enchem a rede. Você pode se perguntar o que os cibercriminosos esperam ganhar com o envio de anúncios irritantes para crianças. Na verdade, muitas crianças utilizam os cartões de crédito de seus pais, por isso eles acabam se tornando um alvo preferencial. Para os bandidos é muito simples vender às crianças produtos falsos como videogames, livros, filmes e aplicações para computadores, tablets e smartphones.

terça-feira, 28 de julho de 2020

QUAL MUNDO VOCÊ VIVE? O DAS ILUSÕES OU O DA VIDA REAL?

Se tem uma coisa que esta pandemia nos ensinou (e que não me canso de repetir) é o fato de que as máscaras do oportunismo caíram junto com as pretensões de um mundo materialmente próspero, ignorando por completo o apelo de Deus à busca pelas coisas celestes e abraçando as máximas mundanas, regadas de paganismo e abusos dos mais inescrupulosos possíveis. Fala-se muito do evangelho e do amor de Deus, porém, quão muito pouco caso temos feito e quão mal correspondemos à Sua bondade e misericórdia infinitas!! Porém, não nos iludamos: após a morte, vem o juízo, e não tem quem escape de Seu Tribunal implacável. Enquanto o mundo usa e abusa da liberdade, sob o falso pretexto de buscar uma felicidade que não existe aqui nesta terra, as almas sofrem qual ouros provados no fogo ou — pior ainda —, perecem eternamente e remoem a própria consciência. As ilusões de um comodismo agradável passam como nuvens; no entanto, a realidade não nos deixa mentir sobre o papel que cumprimos neste mundo: viemos não para ser felizes com uma conquista ou para o prazer frenético das futilidades, mas tão somente para amar a Deus e servi-lo nesta vida enquanto é tempo da graça.

quinta-feira, 23 de julho de 2020

50 orações que vão ajudar a mudar a sua vida - livro kindle

clique na imagem para ampliar

O presente livro é para todas as pessoas que precisam do socorro do alto diariamente através da oração, pois, assim como a comida é o alimento para o corpo, a oração é o alimento indispensável para a alma. A “prece humilde consegue tudo de Deus” afirmava Santo Afonso. Esse escrito contém orações de agradecimento, perdão, benção, súplica, arrependimento, contemplação, adoração, petição, ação de graças, louvor, e muitas outras. “Não vemos a Deus quando rezamos, mas Ele nos vê e nos ouve” dizia São João Maria Vianney. Por isso, peçamos sempre ao Senhor: «ensina-nos a rezar» (Lc 11, 1), pois, os nossos dias são difíceis por causa da agitação e preocupações que o mundo coloca em nossos corações.

quarta-feira, 22 de julho de 2020

Lançamento do Livro: Como rezar de forma eficaz em 60 segundos

SE VOCÊ NÃO TEM TEMPO PARA REZAR, ESSE É O LIVRO QUE VOCÊ PRECISA ADQUIRIR PARA RESOLVER OS SEUS PROBLEMAS!

O objetivo principal desse escrito é oferecer um “método simples” que lhe ajudará a rezar em 60 segundos de forma simples e eficaz usando apenas 1 minuto do seu valioso tempo. Claro, que até mesmo para esse método, exigirá de você leitor, vontade, disciplina, e até mesmo mudança de mentalidade para realizar tal ação, que é rezar. Isso significa que você terá que desconstruir antigos conceitos para construir outros novos. É preciso entender que Deus não faz nada contra a nossa vontade, todo sucesso dependerá de sua busca verdadeira, disponibilidade e abertura de coração, basta apenas isso!

segunda-feira, 20 de julho de 2020

LIVRO MAIS VENDIDO EM LANÇAMENTO - LUDICIDADE

Ludicidade é um termo utilizado na educação infantil e que tem origem na palavra latina "ludus", que significa jogo. O conceito de ludicidade compreende os jogos e brincadeiras, mas não se restringe a elas. Atividades lúdicas são aquelas que permitem que as crianças aprendam e desenvolvam suas capacidades por meio de brincadeiras, do uso da sua imaginação e da fantasia, próprias do mundo infantil.

Um Mártir da Indissolubilidade do Sacramento de do Matrimônio

O Pe. José Maria Prada nasceu em Portugal, no ano de 1928. Era missionário redentorista da Província de São Paulo. Morou em Garça, SP, em Exu, PE e foi nomeado pároco do município de Salgueiro, PE. Foi nesta cidade que ele foi assassinado por defender a indissolubilidade do casamento.

Um dia, um homem rico e influente em Salgueiro procurou Pe. Prada para se casar. Nada demais, se ele já não fosse casado. Mentiu para o padre, dizendo que havia morado com uma mulher na cidade onde nasceu, mas não era casado com ela.

O padre pediu certidão de batismo na paróquia onde ele nasceu, e o documento veio constando que ele havia se casado na Igreja lá. O documento trazia o dia e hora do casamento, e o nome da esposa, a qual ainda estava viva. Pe. Prada mostrou-lhe o documento e disse que não podia fazer o casamento.

O homem ofereceu boa soma de dinheiro ao sacerdote, se realizasse o matrimônio. Mediante a recusa, o indivíduo disse que o mataria, se ele não efetuasse o casamento. Mesmo assim, o padre foi inflexível. Disse que preferia morrer a quebrar as normas da Igreja.

O homem foi a sua casa, pegou um revólver, veio e deu cinco tiros no Pe. Prada, que morreu na hora. Era o dia 29/04/1991, às 11 horas, na porta da Igreja de Santo Antônio.

O testemunho do Pe. Prada foi parecido com o de S. João Batista (Cf Mt 14,3-12). Os dois morreram em defesa do Matrimônio.

Solicitação de dispensa para abertura do Processo de Beatificação de Dom Henrique Soares da Costa

A Santa Igreja Católica no Brasil perdeu um dos maiores nomes do seu episcopado recente, Dom Henrique Soares da Costa. Vítima de COVID19 faleceu em odor de santidade! Os católicos de todos os rincões do Brasil e até mesmo do exterior ao saber de sua morte exclamam como na perda de São João Paulo II: Santo Súbito! Solicitamos ao Regional Nordeste II da CNBB e do Conselho Permanente desta instituição que solicitem ao Santo Padre, o Papa Francisco, a dispensa dos 05 anos para apresentação do libelo de demanda (supplex libellus) isto é, a petição escrita, com a qual pede o início da causa de beatificação. Nós, Igreja do Brasil, suplicamos aos nossos pastores que olhem para a súplica dos fiéis e que solicitem ao Vigário de Cristo a abertura do processo de beatificação, e que Dom Henrique do Céu e honrado em nossos altares seja o grande intercessor diante de Deus por todos os acometidos por este vírus e por todos aqueles que amam a Igreja de Cristo.

domingo, 19 de julho de 2020

In manus Tuas, Domine


Dom Henrique Soares protesto no Rock in Rio

No Rock in Rio, exaltação a Satanás e escárnio aos símbolos cristãos católicos.
Eis a nossa civilização!


Ali não é lugar para os discípulos de Cristo…
Num contexto desses, ir ali é o mesmo que sacrificar aos ídolos!
Se alguém tem amor ao Senhor e à Sua Igreja, Sentiu-se triste e indignado…
Não dá para fazer de conta que é brincadeirinha, que não é grave,
Que não é realmente satânico!
Simplesmente, não se pode servir a dois senhores!
Não se pode blasfemar o Senhor, apostatá-lo e ainda se pensar cristão!
Onde chegamos: o mal é exaltado, o bem é envergonhado!
Sei que nem todos os que se apresentaram no Rock in Rio têm esses sentimentos. Mas, os organizadores do evento, que sabem muito bem quem é quem no mundo do Rock, tinham a obrigação de não permitir que coisas do gênero ocorressem! Não aprecio moralismos ou cruzadas, mas também, como cristão, como católico, como Bispo, não posso ficar calado ante um ato desrespeitoso para com os cristãos, ofensivo para com os católicos e blasfemo contra o Senhor Deus!
Eu sou cristão! Eu creio em Deus!
Para mim, Deus não é uma ideia, uma bandeira, uma brincadeira!
Ele É! Ele é Santo! Ele é o Sentido de tudo!
Brincar com Ele, é brincar com a vida, com a humanidade, com o sentido mesmo de nossa existência!
Quem não crê, tem meu irrestrito respeito e minha sincera e cordial estima!
Mas, não se pode banalizar a fé de ninguém, não se pode aviltar o que é sagrado! Isso é destruir os fundamentos mesmos da humanidade e da convivência entre pessoas e povos!
Por isso minha palavra e meu protesto e de indignação!

Dom Henrique Soares
Bispo-auxiliar de Aracaju

sexta-feira, 17 de julho de 2020

Analfabetismo Religioso um problema em nossa sociedade diz Papa


O Papa Bento VXI num encontro tradicional com os párocos de Roma, no inicio da Quaresma, apresentou uma lectio divina centrada no capitulo IV da Carta de São Paulo aos Efésios. Para o Santo Padre, um grande problema para a Igreja atual é o analfabetismo religioso, enfatizou o Papa. Por isso a Igreja precisa apropriar-se novamente do conteúdo da fé. “Não como pacote de dogmas, devemos fazer tudo, para nos renovarmos e fazer de maneira que Cristo seja conhecido”, salientou aos párocos. Bento XVI deteve-se também sobre aqueles que se definem fiéis adultos, porque emancipados do Magistério da Igreja. Na realidade, o resultado não é uma fé adulta, mas uma dependência da opinião do mundo. “A verdadeira emancipação é libertar-se desta ditadura das opiniões e acreditar no Filho de Deus. Só assim, concluiu, somos capazes de responder aos desafios do nosso tempo”. Segundo o Pontífice, o grande sofrimento na Europa, no Ocidente para a Igreja é a falta de vocações. “Mas o Senhor chama sempre. É preciso ouvir esta chamada”, disse ele destacando que os padres devem ser humildes, mansos e magnânimos. “Quando sou humilde tenho também a liberdade de estar em contraste com o pensamento dominante. Esta humildade dá-me a capacidade da verdade. E é por isso que na Igreja precisamos saber aceitar também mansões pequenas, mas grandes aos olhos de Deus”, ressaltou. Durante o encontro o Papa entregou aos párocos das várias dioceses de Roma o texto intitulado “Escolhido por Deus para os homens”. Trata-sede uma regra de vida, fruto do Ano Sacerdotal, um traçado espiritual, um guia ideal oferecido a todos os padres romanos para que cresçam na alegria da vocação comum e na unidade do sacerdócio.

São Geraldo padroeiro das gestantes, mães e crianças

São Geraldo Majella é considerado o “Santo das Mães”. Podemos dizer que sua predileção às gestantes, mães e crianças vem do seu imenso amor pela Virgem Maria e seu Filho Jesus. São Geraldo foi um irmão redentorista e viveu apenas 29 anos. Era procurado por mães que buscavam engravidar ou passavam por uma gestação de risco; pelas mães que buscavam a cura para elas ou seus filhos, ou mesmo por aquelas que desejavam manter a unidade de suas famílias, a felicidade conjugal, entre outros tantos pedidos. Dois milagres marcam a história de São Geraldo com as mães, gestantes e crianças O primeiro foi detalhado em seu processo de canonização. Foi o caso de uma mulher que estava morrendo durante o parto, em Senerchia. O marido e a família da gestante conheciam Geraldo do trabalho das missões e pediram para que ele rezasse por ela. Ele orou e a mãe e o bebê sobreviveram. O segundo aconteceu anos mais tarde, após a morte de São Geraldo, mas recorda uma história anterior. Um dia, ao sair da casa da família Pirofalo, uma das moças o chamou dizendo que tinha esquecido o lenço, e Geraldo disse: “Guarde-o, pode ser útil algum dia”. O lenço foi guardado como uma lembrança de Geraldo. Anos depois, aquela jovem estava grávida e corria risco de morte. Ela se lembrou do lenço de Geraldo e pediu para irem buscá-lo e rezou com ele. Quase imediatamente o perigo passou e ela deu à luz uma criança sadia. Daí surgiu a devoção do "Lenço de São Geraldo". Na história de São Geraldo existem ainda inúmeros milagres, muitos feitos em benefício dos mais pobres, a quem ele amou e dedicou toda a sua vida.

A moça que inventou uma falsa calúnia contra São Geraldo

São Geraldo amou profundamente Jesus Eucarístico. A Eucaristia foi o centro de sua vida. Ele passava horas e até noites inteiras diante do Sacrário, em adoração. Muitas vezes, ele entrava em êxtase; o seu rosto tornava-se iluminado e sua mente ficava plenamente centrada em Deus. O seu diálogo com Jesus no Sacrário era espontâneo e sincero. Muitas vezes, foi visto sorrindo para Jesus. Por causa desse grande amor, existem muitas histórias de São Geraldo com a Eucaristia, como por exemplo, quando ele convidava seus amigos, aos cinco anos de idade, para irem visitar o seu "amigo encarcerado" e, em outra ocasião, quando tinha sete anos e levou pra casa um "pãozinho tão branco" que ganhou de presente de Jesus. Hoje, vamos recordar uma história não muito feliz da vida de São Geraldo, que aconteceu quando ele já era um religioso da Congregação Redentorista.  Certa vez, São Geraldo foi acusado injustamente de se aproveitar de uma jovem a quem fazia acompanhamento vocacional. Por causa disso, ele foi interrogado por Santo Afonso de Ligório, que era o fundador e o superior da Congregação, mas ele não se defendeu.

Oração para ter um parto feliz

Ó Maria Santíssima, vós, por um privilégio especial de Deus, não sofrestes as dores do parto, mas, sem dúvida, compreendeis perfeitamente as angústias e aflições das mães que esperam um filho, das que o carregam durante a gravidez e das que, por diferentes motivos, aguardam angustiadas a hora do parto. Olhai para mim, vossa serva, que na aproximação do parto, sofro angústias e incertezas. Dai-me a graça de ter um parto feliz. Fazei que meu bebê nasça com saúde, forte e perfeito. Eu vos prometo orientar meu filho (a) sempre pelo caminho certo, o caminho que o vosso filho, Jesus, traçou para todos os homens: o caminho do bem, do amor, da justiça e da paz.

Virgem, Mãe do Menino Jesus, agora me sinto mais calma e mais tranquila porque já sinto a vossa maternal proteção.

Nossa Senhora do Bom Parto, ROGAI POR NÓS!


Fonte:https://www.paroquiabomparto.org.br/oracao-a-nossa-senhora-do-bom-parto/

quinta-feira, 16 de julho de 2020

A injustiça praticada contra Jesus no sufrágio universal

No Evangelho de Lucas capítulo 23 versículo 25, Jesus “perde” a sua vontade em detrimento da prática de um ato de poder proferido por uma autoridade para libertar um criminoso:"e entregou Jesus à vontade deles". Ou seja, o governador Pilatos, ao escutar a vontade do povo cerceou a vontade e a liberdade de Jesus em detrimento da soltura de um criminoso conhecido como Barrabás que estava preso por crime de homicídio. Neste ato de governo, Pilatos provou para o povo que a justiça terrena é falha, injusta e cruel com os inocentes. Mostrou ainda, que ser honesto, íntegro e bom como Jesus não é aceitável em nosso modelo de sociedade humana:"Pela terceira vez, Pilatos ainda interveio: Mas que mal fez ele, então?" (Lucas, 23,22). E se pensar um pouco fora da caixa, perceberá que o sistema de sufrágio universal, que é o pleno direito ao voto de todos os cidadãos, é falho desde a época de Jesus. E mais ainda, o povo não tem qualificação e preparo adequado para escolher seus representantes nas urnas, pois na maioria das vezes escolhem pessoas que não prestam e que não tem reputação ilibada, no caso especifico citado, a escolha de um criminoso e assassino:"Barrabás. Este homem fora lançado ao cárcere devido a uma revolta levantada na cidade, por causa de um homicídio."(Lucas, 23,18-19).  
Conclui-se, que a democracia em mãos de pessoas erradas e sem formação poderá culminar em injustiça, sofrimento e morte, faço alusão a tudo que aconteceu com Jesus após “o voto” errôneo do povo. E o maior problema disso é que o Estado, na pessoa de Pilatos validou todo o “Processo Eleitoral” da época, entregando Jesus, à vontade injusta do “povo” para a morte:"Chegados que foram ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram, como também os ladrões, um à direita e outro à esquerda." (Lucas, 23,33).

Por: Wander Venerio C. de Freitas - Teólogo

domingo, 12 de julho de 2020

Qual ensinamento religioso que aprendo andando de bicicleta?


Hoje sai para pedalar na minha bicicleta pela minha cidade, e ai aproveitei para tirar alguns ensinamentos cristãos dessa experiência. A primeira “coisa” que aprendi é que devemos levantar cedo, pois, pela manhã a grande maioria das pessoas tem mais disposição em realizar alguma tarefa ou atividade. Lembrando que no período matutino, principalmente se for domingo a cidade estará calma, silenciosa, não terá tanto movimento de veículos, as vias estarão mais vazias e tranquilas. Daqui tiramos outro ensinamento muito importante para a nossa vida cristã que é o silêncio e a tranquilidade. Não tem como, por exemplo, rezar em local barulhento onde existem pessoas transitando de um lado para o outro, até dá, porém, não é o ambiente mais propicio.  Andar de bicicleta me fez lembrar também de Jesus, quando Ele caminhava de uma cidade para outra anunciando a Boa Nova (Evangelho). Digo isso por que a distância que percorri neste domingo foi de 32 quilômetros por isso fiz tal analogia com o Mestre, apesar de que ele não ia de bike, mas a pé, no sol escaldante da Palestina.  Outra coisa que aprendi hoje foi com as subidas que precisei vencer pedalando, cada uma mais difícil que a outra, tinha hora que dava muito trabalho, exigia muito esforço

Lançamento de E-book - Grátis

LANÇAMENTO
Disponível grátis em formato e-book na Amazon e Kindle Unlimited:


LAUNCH
Available free in e-book format on Amazon and Kindle Unlimited:

sábado, 11 de julho de 2020

Oração de Santo Antônio que nunca falhou

Desde que seja rezada com fé e na intenção de um benefício espiritual

Santo Antônio de Pádua é conhecido como “operário do milagre”. Ao longo dos séculos, um incontável número de pessoas tem rezado a ele com muita fé e tem recebido respostas milagrosas para seus pedidos. 
Semelhante à “infalível oração a São José” esta oração a Santo Antônio também “é conhecida por nunca ter falhado, desde que o pedido seja para o benefício espiritual da pessoa ou daqueles para quem se reza”. 

É importante lembrar que Deus sempre responde às nossas orações. A resposta nem sempre é a que esperamos, mas ele nos dá aquilo que realmente necessitamos. 

Aqui está a oração “infalível” a Santo Antônio. Recite estas palavras com a mais profunda confiança neste intercessor: 

Ó Santo Antônio, o mais gentil dos santos, teu amor a Deus e tua caridade com Suas criaturas, fizeram com que foste digno de possuir poderes miraculosos. Motivada(o) por este pensamento, peço-te que… (formular o pedido). Ó gentil e amoroso Santo Antônio, cujo coração estava sempre cheio de simpatia humana, sussurra minha súplica aos ouvidos do doce Menino Jesus, que adorava estar em teus braços. A gratidão do meu coração será sempre tua. Amém.

Por: Philip Kosloski | Jul 26, 2018

quarta-feira, 8 de julho de 2020

Curso - Matrimônio: Como cumprir o que você prometeu?


Neste curso você terá acesso a seis aulas que lhe darão a oportunidade de conhecer um caminho para encontrar aquilo que realmente sustenta uma relação a dois e possibilita construir um lar em paz, feliz e de acordo com os desígnios de Deus. O conteúdo deste curso se baseia nas mais diversas experiências de atendimento a casais, bem como na riqueza do ensinamento da Santa Igreja Católica sobre este delicado tema.

segunda-feira, 6 de julho de 2020

Muitos são chamados, mas poucos escolhidos! Cuidado para não ficar de fora!

O título do texto faz alusão ao livro de Mateus capítulo 22, versículo 14, onde Jesus conta a parábola do banquete nupcial que um Rei oferece para seu Filho. Nesta historia o Rei pede para os seus empregados chamar todos os convidados da lista da festa, porém, tais convidados fazem pouco caso. O Rei ficou furioso com tal desfeita, além de castigar esses ingratos, pediu para seus empregados chamar pelas ruas todos quantos encontrarem: “maus e bons” (Mt 22,10). O que esse Evangelho nos ensina? Qual é a mensagem para mim e para você leitor? Bem, a primeira coisa é que o Rei tem um Filho e Ele é muito importante, pois para merecer tamanha festa não era qualquer um. Outra coisa, o Rei tinha uma lista de convivas importantes, mas eles menosprezam o convite, tanto do Rei quanto de seu Filho. Na “altura do campeonato”, você leitor, já “sacou” que o Rei é

Médico reza o terço para pacientes com COVID 19

Em meio aos seus longos plantões, o médico anestesiologista Néstor Ramírez Arrieta aproveita qualquer oportunidade para rezar o Rosário, como foi “flagrado” em uma clínica na cidade de Cartagena, Colômbia.

“Ele, como muitos médicos, aguenta turnos intermináveis e uma pressão emocional muito forte que muitos de nós não seríamos capazes de resistir. Mesmo assim, em momentos curtos de descanso, tira seu rosário e se entrega à oração. Embora diferimos na maneira de adorar e orar, alguém dúvida que Deus ouve esta oração?”

Foi com essa legenda que o pastor evangélico Luis Alberto Gallego publicou nas redes sociais uma foto do doutor Ramírez. A publicação foi compartilhada e comentada por milhares de pessoas.

“Não tenho dúvida: Deus ouve nossas orações, o que ele mais gosta é curar os enfermos e eu sou testemunho da sua presença diariamente. Ele age através das minha mãos, peço que Ele utilize meu ministério de cura, ainda mais agora que atravessamos uma situação tão difícil”, disse Ramírez à Aleteia. Ramírez é um entre tantos profissionais que lutam para salvar vidas em um país em que a crise do sistema de saúde se agravou muito com a Covid-19.

A situação não é nada fácil porque os recursos hospitalares no país se mostram insuficientes e a pobreza obriga muitos de seus habitantes a sair de casa para conseguir o sustento da família, negligenciando, muitas vezes, as medidas de prevenção.

Médicos, enfermeiros e todos os profissionais da saúde são um grupo muito vulnerável, não só por causa dos riscos de contágio, mas também por causa das condições precárias de trabalho e pela incompreensão dos cidadãos que, frequentemente, chegam ao extremo de ameaçá-los de morte e agredi-los.

sábado, 4 de julho de 2020

Desorientação diabólica

No terceiro capítulo, mostro que Irmã Lúcia ecoou o tema do Terceiro Segredo em algumas de suas palavras e cartas, nas quais enfatiza a ação do demônio em nossa era. Já em 1957, ela confiava ao Pe. Fuentes, “(...) o demônio está travando uma batalha decisiva contra a Santíssima Virgem. E como o demônio sabe o que é que mais ofende a Deus e o que, em menos tempo, lhe fará ganhar um maior número de almas, trata de ganhar para si as almas consagradas a Deus, pois que desta maneira o demônio deixa também as almas dos fiéis desamparadas pelos seus chefes, e mais facilmente se apodera delas.”

Mas é especialmente numa série de cartas escritas entre 1969-1970, pouco conhecidas mas de grande importância, que Irmã Lúcia usa expressões impressionantes para descrever a atual crise da Igreja. E, não deixemos de notar que por meio da mão de uma alma tão humilde e submissa à autoridade, tais expressões graves certamente ecoam as palavras escutadas dos lábios da própria Santíssima Virgem, em sua mensagem final a respeito da proteção da fé e do bem-estar da Igreja.

O garotinho protestante que rezou uma Ave Maria

Um garotinho protestante de apenas 6 anos sempre ouvia seus amiguinhos católicos rezando a Ave Maria, ele gostou tanto da oração que copiou-a num papel e recitava-as todos os dias. "Olha, mamãe, que oração linda!", disse o garotinho um dia a sua mãe."Nunca repita-a, meu filho!", respondeu a mãe. "Esta é uma oração supersticiosa dos católicos, que adoram ídolos e pensam que Maria é uma espécie de Deusa. Mas na verdade ela não passa de uma mulher como uma outra qualquer. Pegue esta Bíblia e leia-a, nela encontramos tudo o que devemos e o que não devemos fazer".

Daquele dia em diante o garotinho cessou suas Ave Marias diárias, e se dedicou mais ? leitura da Bíblia. Um dia, quando lia o Evangelho, o garoto leu a passagem da Anunciação do Anjo a Nossa Senhora. Cheio de alegria, o garoto correu até sua mãe e disse: Mamãe, eu achei a Ave Maria na Bíblia, aonde diz: 'Ave, cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres'.(Lc 1, 28) Por que a senhora chamou esta oração de supersticiosa?

'Numa outra ocasião ele encontrou a linda saudação de Santa Isabel à Virgem Maria e encontrou também o maravilhoso Cântico MAGNIFICAT, no qual Maria é profetizada: "Doravante todas as nações me chamarão bem-aventurada."(Luc. I,48). Ele não mais comentou estas passagens com sua mãe, mas voltou a recitar suas Ave Marias todos os dias, como fazia anteriormente. Ele sentia prazer em recitar aquelas fascinantes palavras para Mãe de Jesus, Nosso Salvador.