domingo, 20 de maio de 2012

A VIDA LENDÁRIA DE SÃO DIMAS

Contam antigas lendas que a Sagrada Família, ao fugir para o Egito, quis refugiar-se, para passar a noite, numa cova que, por desgraça, era uma guarida de ladrões. O Capitão dos bandidos sentiu-se comovido ao ver a venerável bondade de S. José, a pureza e formosura da SS. Virgem e o olhar todo celeste do Menino Jesus. Acolheu-os, deu-lhes de comer e, na manhã seguinte, ofereceu-lhes pão para a viagem e , a Maria, uma bacia d'água para banhar o Menino. O capitão tinha um filhinho, da idade de Jesus aproximadamente, que se achava coberto de lepra. Nossa Senhora, correspondendo às finezas daquele homem rude e duro, mas que algo de bom tinha no coração, aconselhou-o a lavar o filhinho na água em que banhara o Menino Jesus. Assim o fêz o bandoleiro e, no mesmo instante, seu filhinho ficou curado da lepra. O capitão lembrou muitas vêzes ao filho a quem devia a saúde e a vida, dizendo: "Foi o milagre dum Menino de .....
tua idade, que seria, quem sabe, o Messias anunciado pelos profetas". Crescendo, seguiu aquêle menino o exemplo do pai, tornado-se ladrão. Prêso e condenado à morte, ao subir ao Calvário, ia pensando em Jesus, seu companheiro de suplício, que era tão santo e paciente, que, sem dúvida, havia de ser o Messias, aquêle mesmo menino que o livrara da lepra. As lendas dizem que o bom ladrão se chamava Dimas e o mau, Gestas. Ambos foram condenados a morrer junto com Jesus e no mesmo suplício. Atrás de Jesus subiram ao Calvário, levando suas cruzes. Junto com êle foram levantados nas respectivas cruzes. Viram como os soldados repartiam entre si as vestes do Salvador; mas, como a túnica era de uma só peça, tiraram a sorte a ver quem a levaria. Ouviram as palavras de Cristo: "Pai, perdoai-lhes porque não sabem o que fazem".
Jesus era objeto de todos os insultos. A multidão, curiosa e soez, passava por diante dêle, e, movendo a cabeça em sinal de desprêzo, dizia: "Vamos! tu que destróis o templo de Deus e em três dias o reedificas, salva-te a ti mesmo. Se és o Filho de Deus, desce da cruz..."
Todos blasfemavam e insultavam a Jesus. Mas a graça operou um milagre: Um dos ladrões, Dimas, considerando as virtudes sôbre-humanas de Jesus, creu ser êle o Messias prometido e amou de todo o coração a Bondade infinita. Dirigindo-se a Gestas, o outro crucificado, repreedeu-o, dizendo: "Como não temes a Deus, estando como estás no mesmo suplício? É justo, na verdade, que soframos por nossos crimes, mas Jesus, que mal fêz êle?"
E cheio de esperança e com grande arrependimento disse a Jesus: "Senhor, quando chegares ao teu reino, lembra-te de mim". Jesus, olhando Dimas com infinita misericórdia, respondeu: "Em verdade te digo que hoje mesmo estarás comigo no paraíso".
Naquela mesma noite, a alma de Jesus visitou o limbo dos justos e concedeu ao bom Ladrão a vista de Deus, a felicidade eterna.
- Festa: 25 de março.
Fonte:http://blogscatolicos.blogspot.com.br 
Foto:http://alexandrinabalasar.free.fr

2 comentários:

  1. Já me fizeram uma pergunta sobre o Perdão de DEUS com dois sentidos, uma para minha vida e outra para a vida do próximo “irmãos”, minha resposta: que DEUS não tem tempo para perdoar ou seja idade ou momento, assim que curvamos diante de DEUS e crê Nele, digo que estamos no caminho da Salvação com destino ao paraíso Divino, o perdão de Dimas veio minuto antes de sua morte, e JESUS o garantiu dizendo “Em verdade te digo que hoje mesmo estarás comigo no paraíso” com tantos pecados e pecadores no mundo, alguns Cristãos não tem conhecimento do perdão de DEUS, imaginando que idade significa “tempo” que idosos não se curvam ou não aceitam ao fim da vida.

    Atos 13:38 declara: “Tomai, pois, irmãos, conhecimento de que se vos anuncia remissão de pecados por intermédio deste [Jesus].”

    Ricardo Olinto

    ResponderExcluir
  2. Ricardo, paz e bem irmão, como diz frequentemente o Pe. Gregório, estamos vivendo no tempo da misericórdia de Deus e é claro para isso, reconhecer nossos erros para sermos perdoados!

    Wander - Catequista

    ResponderExcluir

Obrigado por nos visitar!