quinta-feira, 18 de março de 2010

Sagração de D. Waldemar será transmitida para todo o Brasil

Nesta sexta-feira, dia 19, a Arquidiocese de Goiânia viverá um momento de especial, com a sagração episcopal do monsenhor Waldemar Passini Dalbello, às 19 horas, no Santuário-Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade. A celebração será transmitida para todo país pela Rede Aparecida e Rede Católica de Rádio, e localmente pela UCG–TV e Rádio Difusora. O novo bispo será acolhido na Basílica às 18h30. O bispo sagrante será arcebispo metropolitano Dom Washington Cruz. A celebração terá ainda a presença de outros bispos, outras autoridades eclesiais e civis. A primeira missa presidida pelo novo bispo será no dia 20 de março, às 18 horas, na Catedral Metropolitana.

Conheça o Brasão do Bispo Auxiliar
* Descrição Heráldica

Escudo : Cortado. O primeiro campo, azul, com três círculos de ouro entrelaçados, dispostos em triângulo com vértice para baixo. Este conjunto de círculos ilumina o campo azul com seis raios dourados, sendo três raios postos à direita e três raios à esquerda, direcionados para os lados e para baixo.
O segundo campo, vermelho, é alcançado em sua profundidade pela flor-de-lis. Dela emerge a haste da Cruz como pétala central, também de ouro. A Cruz se destaca no centro do escudo, tendo os braços firmados no campo azul.

Insígnias: Chapéu prelatício de verde, forrado de vermelho, do qual pendem, por cordões, três fileiras de borlas, de cada lado do escudo, sendo tudo em verde.

Lema: Congregare in unum – Para congregar na unidade (Jo 11,52).

* Comentário Simbólico

Os campos do escudo indicam o mistério da salvação da humanidade pela comunicação do Deus Uno-Trino.
O azul é o plano transcendental e eterno. O plano da vida temporária com suas dificuldades está representado no campo vermelho. Eles não se misturam, mas se assumem plenamente no mistério da encarnação do Verbo divino, uma decisão do Amor Eterno, preparada no tempo desde a criação, passando por Abraão, Moisés e os profetas de Israel (os raios que exprimem o amor salvífico em comunicação).
No primeiro campo, os três círculos aludem ao Mistério do Deus Uno e Trino, a Santíssima Trindade. Na plenitude dos tempos, o Verbo vem habitar no meio de nós, conunicando-nos a graça e a verdade. Ele é Jesus, concebido pelo poder do Espírito Santo no seio virginal de Maria Santíssima, a flor-de-lis, filha de Israel e filha da humanidade. A vida e ministério de Jesus, o Cristo, ordenados a resgatar o homem da divisão do pecado e conceder-lhe a filiação divina, encontra-se anunciada na Cruz, principal emblema do cristianismo.
A Igreja, que tem Maria como tipo, peregrina confiante na história, como sacramento universal da salvação. Seguindo o exemplo do “sim” de Maria, Estrela da Evangelização, parte pelo mundo inteiro a cada dia, anunciando o poder do Amor-Crucificado. A Igreja, Corpo Místico de Cristo, de braços abertos na Cruz redentora, convida à comunhão e comunica o que é de Deus aos homens de todas as raças e línguas, a unidade da Santíssima Trindade.
Dom Waldemar é convidado a gerar, pelo exercício do ministério episcopal, o desejo e a busca contínua da unidade entre irmãos e irmãs, pela comunhão com Deus.

Por: http://www.arquidiocesedegoiania.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por nos visitar!