segunda-feira, 4 de março de 2019

ÊEEEEH! OH! OH! VIDA DE GADO


Na década de 80 havia uma música chamada “Admirável Gado Novo” muito tocada e cantada pelo povo brasileiro de autoria de Zé Ramalho que tinha o seguinte refrão: Êeeeeh! Oh! Oh! Vida de gado, povo marcado êh! Povo feliz! Música essa antiga, mas atual, que tem boa letra e nos faz refletir, se pararmos para analisá-la entenderemos um pouco do que aconteceu e acontece até hoje no cenário da sociedade brasileira.
Pra compreender um pouco do que Ramalho queria nos dizer, primeiro temos que entender o que um gado passa quando está confinado, ou melhor, preso. O sistema de confinamento tem como um dos objetivos prender o animal para engorda e futuramente o seu abatimento. Porém, o dono do gado tem que conhecer bem seus animais, pois, alguns deles são violentos e outros querem independência querendo até mesmo fugir de tal sistema. Por isso, o responsável dessa boiada utiliza-se da marcação ou carimbo para nomear individualmente cada um para conhecê-los bem. Fazendo isso, não corre o risco de deixar o gado manso misturar com os mais brabos, prevenindo assim futuros prejuízos para seus donos.
Mas, o que de fato retrata a música? Em simples palavras podemos dizer que ela diz sobre a realidade de um povo que age como gado, totalmente alienado, cansado da fome de comida e de reflexão, o povo espera por um "messias" que os tirem dessa miséria. Quando Ramalho diz na letra: "Vida de gado, povo marcado, povo feliz", ele quer dizer que mesmo sendo explorado pelos patrões, eles ficam felizes no final do mês quando recebem aquela miséria e muito feliz por não terem noção do quanto estão sendo explorados.
Muitos de nós não tem noção da força que possui, e os que têm consciência dela não sabe usá-la. Somos guiados pelos peões do Planalto Central que nos explora diuturnamente com uma política desfavorável aos anseios dos cidadãos que pagam seus impostos religiosamente.
Não podemos aceitar mais que o futuro de nossa nação, o Brasil, seja apenas um "admirável gado". Temos que expurgar de nossa pátria amada esses corruptos, independente de qual partido for, estas pessoas não podem fazer do Brasil o seu rebanho de "admiráveis gados".
Portanto, alienação e confinamento jamais, devemos sair da cerca da engorda e lutar por um Brasil melhor que ofereça qualidade de vida para os nossos filhos, netos e bisnetos, hoje e sempre!

Por: Wander Venerio Cardoso de Freitas
(Licenciado em Letras, Educação Física, Pedagogia, Bacharel em Teologia).

Nenhum comentário: