segunda-feira, 4 de março de 2019

ÊEEEEH! OH! OH! VIDA DE GADO


Na década de 80 havia uma música chamada “Admirável Gado Novo” muito tocada e cantada pelo povo brasileiro de autoria de Zé Ramalho que tinha o seguinte refrão: Êeeeeh! Oh! Oh! Vida de gado, povo marcado êh! Povo feliz! Música essa antiga, mas atual, que tem boa letra e nos faz refletir, se pararmos para analisá-la entenderemos um pouco do que aconteceu e acontece até hoje no cenário da sociedade brasileira.
Pra compreender um pouco do que Ramalho queria nos dizer, primeiro temos que entender o que um gado passa quando está confinado, ou melhor, preso. O sistema de confinamento tem como um dos objetivos prender o animal para engorda e futuramente o seu abatimento. Porém, o dono do gado tem que conhecer bem seus animais, pois, alguns deles são violentos e outros querem independência querendo até mesmo fugir de tal sistema. Por isso, o responsável dessa boiada utiliza-se da marcação ou carimbo para nomear individualmente cada um para conhecê-los bem. Fazendo isso, não corre o risco de deixar o gado manso misturar com os mais brabos, prevenindo assim futuros prejuízos para seus donos.
Mas, o que de fato retrata a música? Em simples palavras podemos dizer que ela diz sobre a realidade de um povo que age como gado, totalmente alienado, cansado da fome de comida e de reflexão, o povo espera por um "messias" que os tirem dessa miséria. Quando Ramalho diz na letra: "Vida de gado, povo marcado, povo feliz", ele quer dizer que mesmo sendo explorado pelos patrões, eles ficam felizes no final do mês quando recebem aquela miséria e muito feliz por não terem noção do quanto estão sendo explorados.
Muitos de nós não tem noção da força que possui, e os que têm consciência dela não sabe usá-la. Somos guiados pelos peões do Planalto Central que nos explora diuturnamente com uma política desfavorável aos anseios dos cidadãos que pagam seus impostos religiosamente.
Não podemos aceitar mais que o futuro de nossa nação, o Brasil, seja apenas um "admirável gado". Temos que expurgar de nossa pátria amada esses corruptos, independente de qual partido for, estas pessoas não podem fazer do Brasil o seu rebanho de "admiráveis gados".
Portanto, alienação e confinamento jamais, devemos sair da cerca da engorda e lutar por um Brasil melhor que ofereça qualidade de vida para os nossos filhos, netos e bisnetos, hoje e sempre!

Por: Wander Venerio Cardoso de Freitas
(Licenciado em Letras, Educação Física, Pedagogia, Bacharel em Teologia).

domingo, 6 de janeiro de 2019

ORAÇÃO AO BOM DEUS DESDE O DESPERTAR DA CAMA


Ao despertar do sono dizei:
- Senhor, o vosso amor e nada mais. Quero viver sempre em Vós e para Vós.
Ao vestir-vos dizei:
- Senhor, revesti a minha alma das vossas virtudes.
Ao despir ou mudar de roupa, dizei ao Bom Deus:
- Despir minha alma de todos os vícios, e principalmente das inclinações que mais vos desagradam.
Antes de sair do quarto, ou pelo menos, logo que vos for possível, ponde-vos de joelhos e dizei:
- Este dia talvez será o último da vida, que Deus me conceda para apagar os meus pecados e merecer o Céu. Ah! Senhor, quero consagrá-lo todo à vossa gloria. De mim só nada posso fazer, mas tudo posso em Vós e convosco. Meu Jesus, antes morrer que tornar a ofender-vos.
Ao enfeitar-vos e ao olhar-vos no espelho, dizei:
- Tanto cuidado emprego para agradar aos homens, e tão pouco para agradar a Deus, que me criou com tanto amor, e me resgatou com seu sangue.
Ao sair de casa dizei:
- Santo Anjo da minha guarda, guardai os meus olhos e todo o meu corpo e minha alma, para que me conserve fiel ao meu Deus.
Ao entrar na Igreja dizei:
- Ó minha alma, vai entrar na casa de Deus, onde tudo deve ser pureza e santidade: longe de mim todos os pensamentos da terra, enquanto vou estar no palácio do céu.
Ao assentar-vos à mesa dizei:
- Pai misericordioso, ao mesmo tempo que aumentais meu corpo, alimentai também a minha alma com a vossa graça.
Quando fordes descansar dizei:
- Eis aqui o leito para o descanso do corpo: quando chegar esse feliz momento em que minha alma descansará no seio de Deus?
Antes de fazerdes as vossas orações podeis dizer:
- Lembra-te, minha alma, que vais agora falar com o Rei dos Reis, Senhor dos Senhores: a tua atenção, pois, deverá corresponder à tua pequenez e à tua grandeza.
Por fim, quando cairdes em alguma falta, qualquer que ela seja, dizei logo:
- Senhor, quando pequei fiz o que sou capaz de fazer, vós agora fazei o que sois capaz de fazer, perdoando-me. Dou-vos graças por não ter feito pior, pois de mim sou capaz de cair em culpas ainda maiores.

Fonte: Livro Direção para viver cristãmente.

domingo, 16 de dezembro de 2018

Como deixar o vício da pornografia?

Tenho recebido vários e-mails de jovens que me perguntam como deixar o vício de estar na frente do computador vendo sites pornográficos. Sabemos que também há muitos filmes e revistas pornôs. Para muitos, isso já se tornou um vício, especialmente porque a Internet facilita muito esta atividade negativa. Sei também que muitas pessoas casadas têm também esse vício. Muitas vezes uma esposa já me procurou porque surpreendeu seu esposo vendo sites pornográficos. Uma delas, apavorada, chegou a me perguntar se devia abandoná-lo; é claro que não! Antes de tudo é preciso dizer que se entregar ao deleite da pornografia é condenado pela moral cristã. O Catecismo da Igreja a coloca como um dos pecados contra a castidade:
“Entre os pecados gravemente contrários à castidade é preciso citar a masturbação, a fornicação, a pornografia e as práticas homossexuais” (§2396).

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Equipe Piloto encontra-se com Bispo Auxiliar de Goiânia para apresentar Escoteirismo Católico da AG&E

A reunião aconteceu hoje, 30 de outubro de 2018 às 9 horas da manhã na Cúria Metropolitana de Goiânia onde a Equipe Piloto representada por Wander Venerio e acompanhado pelo Pe. Evérson apresentaram o Movimento Exploradores do Brasil (Escotismo Católico) à Sua Excelência Dom Moacir. Ele ficou de analisar a proposta e os documentos e depois realizar um relatório para apresentar ao Arcebispo Metropolitano de Goiânia Dom Washington Cruz.

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Pontífice Francisco exorta escoteiros: “Não se vangloriem, vocês são um recurso valioso para a Igreja”

“Não se vangloriem, mas vocês são um recurso valioso para a Igreja Italiana!”. Com estas palavras o Papa Francisco acolheu 80 mil representantes da Associação dos Guias e dos Escoteiros Católicos Italianos (AGESCI), recebidos por ele, na manhã do passado sábado, 13 de Junho, na Praça de São Pedro. O “método scout”, depois de várias décadas, mostrou-se, portanto, sempre válido “baseado nos grandes valores humanos, no contato com a natureza, na religiosidade e na fé em Deus”, educando “à liberdade na responsabilidade”. Os escoteiros desde sempre oferecem “uma contribuição importante às famílias pela sua missão educativa com as crianças e os jovens”, incentivando os pais a confiar os seus filhos: “Esta confiança das famílias não deve ser decepcionada”, disse o Papa. Francisco também recordou a “Carta da coragem”, redigida para expressar “convicções e aspirações” do Agesci e para dirigir “uma forte questão de educação e de escuta” às respectivas comunidades, aos chefes, às paróquias e à Igreja no seu todo. Ao fundador dos escoteiros, Lord Baden Powell – recordou o Papa – em 1926 perguntaram: “O que tem a ver a religião (com os escoteiros)?” E ele respondeu que “a religião não tem necessidade de “entrar”, porque já está dentro! Não existe um lado religioso do Movimento escoteiro… A totalidade dele está baseado na religião, ou seja, na tomada de consciência de Deus e do seu Serviço”.

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Oração para quando houver um enfermo na família

Senhor, que nos abençoaste
com o dom da família,
te damos graças pelo amor,
a força e o consolo
que as famílias dão aos seus doentes.
Volta o teu olhar aos enfermos
e os protege a cada dia.
Faz com que este momento doloroso
sirva para unir as famílias,
para que seus membros
se preocupem mais uns com os outros
e sejam capazes de manifestar
mais abertamente o amor mútuo
e a fé em ti.
Senhor, acompanha as famílias
e as abençoa,
para que elas sintam a tua proximidade e ajuda
enquanto cuidam dos seus doentes
e sofrem com eles.

Amém.
Fonte: https://pt.aleteia.org

sexta-feira, 28 de setembro de 2018

CARTA DE BENTO XVI POR OCASIÃO DO 1º CAMPO DE ESCOTEIROS REALIZADO POR BADEN POWELL

CARTA DO PAPA BENTO XVI 
AO PRESIDENTE DA CONFERÊNCIA EPISCOPAL
 DA FRANÇA  POR OCASIÃO DO CENTENÁRIO 
DA ABERTURA DO PRIMEIRO CAMPO DE ESCOTEIROS
 ORGANIZADO PELO LORD BADEN-POWELL

Ao Senhor Cardeal JEAN-PIERRE RICARD 
Arcebispo de Bordeaux Presidente da Conferência Episcopal da França

No dia 1 de Agosto de 2007 celebrar-se-á o centésimo aniversário da abertura, na ilha de Brownsea, na Inglaterra, do primeiro campo de escoteiros, organizado pelo Lord Baden-Powell. Em tal ocasião todas as pessoas, jovens e adultos que, no mundo, um dia pronunciaram a promessa escotista serão convidados, individualmente ou em grupo, a renová-la e a fazer um gesto em favor da paz, ressaltando assim como a vocação de "artífice da paz" está vinculada ao ideal escotista. Há um século, através do jogo, da acção, da aventura, do contacto com a natureza, da vida de grupo e do serviço ao próximo, a todos aqueles que se unem ao escotismo oferece-se uma formação integral da pessoa humana. Fecundado pelo Evangelho, o escotismo é não apenas um lugar de verdadeiro crescimento humano, mas também o lugar de uma vigorosa proposta cristã e de um genuíno amadurecimento espiritual e moral, assim como de um autêntico caminho de santidade; seria bom recordar, como ressaltava o Pe. Jacques Sevin, S.J., fundador do escotismo católico, que "a santidade não pertence a um período específico, nem possui um uniforme particular". O sentido das responsabilidades despertado pela pedagogia escotista conduz a uma vida na caridade e ao desejo de se colocar ao serviço do seu próximo, à imagem de Cristo servo, alicerçando-se na graça que Cristo oferece, em particular, através dos sacramentos da Eucaristia e do Perdão.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

ESCOTISMO CATÓLICO: UM APOSTOLADO PARA A SANTIDADE

Quem nunca ouviu falar em escoteiros? Talvez um dia você já esbarrou com algum por ai na rua ou quem sabe falou com um sem saber. Afinal quem são eles? Segundo o dicionário Aurélio: escoteiro (a) é aquele (a) pessoa que viaja sem ou com pouca bagagem, pioneiro, explorador, membro de uma associação escotista, tripulante de uma baleeira (embarcação miúda) etc. Atualmente, o Escotismo é praticado por várias associações no mundo, em Portugal, por exemplo, pelo Corpo Nacional de Escutas (CNE) e no Brasil temos a Associação das Guias e Exploradores do Brasil (AG&E) que adotou a pedagogia da União Internacional das Guias e Escuteiros da Europa (UIGSE-FSE). Ambas as associações praticam escotismo de acordo com os valores cristãos segundo os preceitos da Igreja Católica Apostólica Romana. Todo programa educacional do Escoteirismo Católico baseia-se na obra “Escotismo para Rapazes” de Baden-Powell e na execução do método escoteiro tradicional, tal como reconhecido pela UIGSE-FSE.

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

7 RAZÕES PORQUE QUERO ME TORNAR UM ESCOTEIRO CATÓLICO

 

1. A Igreja católica é a Igreja visível divina estabelecida por Nosso Senhor Jesus Cristo contra a qual as portas do inferno não prevalecerão (Mt 16,18);
"E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela" 

2. O Catolicismo não é dividido, nem é sectário (Rm 16, 17);
"Rogo-vos, irmãos, que desconfieis daqueles que causam divisões e escândalos, apartando-se da doutrina que recebestes. Evitai-os!"

3. A Unidade católica faz o Cristianismo e Jesus Cristo mais creditável para o mundo (Jo 17, 22-23);
"Dei-lhes a glória que me deste, para que sejam um, como nós somos um: 
eu neles e tu em mim, para que sejam perfeitos na unidade e o mundo reconheça que me enviaste e os amaste, como amaste a mim." 

4. O Catolicismo nega o relativismo teológico, por meio da certeza dogmática, que é centralizada no papado;
Relativismo é uma corrente de pensamento que questiona as verdades "O relativismo difundido, segundo o qual tudo equivale e não existe verdade alguma, nem qualquer ponto de referência absoluto, não gera a verdadeira liberdade, mas instabilidade, desorientação, conformismo às modas do momento. (...), tornando o conhecimento subjetivo. (Bento XVI).

5. O Catolicismo guarda a Sucessão Apostólica necessária para entender o que é a verdadeira Tradição Apostólica. Critério da verdade usado pelos primeiros Cristãos;
“Porque é com essa Igreja (de Roma), em razão de sua mais poderosa autoridade de fundação, que deve necessariamente concordar toda igreja, isto é, que devem concordar os fiéis procedentes de qualquer parte, ela, na qual sempre, em benefício dos que procedem de toda parte, se conservou a Tradição que vem dos apóstolos” (Contra as Heresias).

6. O Protestantismo nega o Sacrifício da Santa Missa, ao contrário da Tradição Cristã e da Bíblia (Is 66,18,21) que transcende  o espaço e o tempo;
"E virei para reunir os homens de todas as nações e de todas as línguas; todos virão e verão minha glória. Executarei no meio deles um prodígio e enviarei às nações aqueles dentre eles que tiverem escapado (a Társis, Put e Lud, Mosoc e Ros, Tubal e Javã), às ilhas longínquas que nunca ouviram falar de mim e não viram minha glória; eles farão conhecer às nações a minha glória. De cada uma das nações trarão todos os vossos irmãos como oferenda ao Senhor, a cavalo, em carros, em liteiras, em lombo de mulas e de dromedários, ao meu monte santo, a Jerusalém, diz o Senhor, tal como os filhos de Israel trazem sua oferenda em vasos purificados à casa do Senhor. Escolherei mesmo entre eles sacerdotes e levitas, diz o Senhor." 

7. A Igreja católica oferece a única visão coerente da história do Cristianismo (Tradição Cristã, Apostólica) e possui a moralidade cristã mais desmedida e sublime: espiritual, social moral, e filosófica;
"Os mistérios cristãos são um todo indivisível", escreveu Edith Stein em "A ciência da cruz". "Se nos tornamos imersos em um deles, somos levados a todos os outros".

Por: Wander Venerio C. de Freitas.

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

10 razões para inscrever os filhos nos Escuteiros


10. Ter saudades de casa e conseguir ultrapassar esse medo
Em alguma fase da nossa vida, sentimos saudades de casa. As crianças que vão acampar tendem a sentir essa experiência mais cedo, e geralmente acontece à volta de pessoas que elas conhecem. As crianças também tendem a ter esse sentimento quando estão mais perto de casa. A alternativa de muitas crianças é terem saudades de casa quando vão para a escola. No meu primeiro ano num acampamento de escuteiros, fiquei com saudades no terceiro dia. Existiram mais lágrimas do que aquelas que gostava de admitir. Mas os meus chefes convenceram-me a ficar. Distraíram-me. Quando chegou sexta-feira, não queria ir para casa porque estava a divertir-me imenso. Não vos consigo dizer quantas vezes vi este mesmo processo acontecer noutros acampamentos.

9. Vão ganhar confiança
Ir acampar pode ser algo terrível para as crianças. Ficam nervosas e fazem as coisas maiores do que são nas suas cabeças. Elas convencem-se que vão morrer nas suas tendas porque as aranhas gigantes vão comê-las. Estás a rir-te mas eu tive esta conversa. Eles dizem a eles mesmo que não vão passar no teste de natação. Mas sabem, um dirigente ou um escuteiro mais velho em que elas confiam vão dizer que eles podem conseguir. E conseguem. 
Esta confiança não vai evaporar-se a partir do momento que chegam a casa – mas serão estas pequenas vitórias de que se vão lembrar quando foram para a escola. Serão estas pequenas vitórias que vão levar para o resto da sua vida. 

POEMA BELÍSSIMO DO GÊNESIS AO APOCALIPSE


Eu fui a Gênesis Hotels através da estrada do Êxodo. No caminho, vi Levítico registrando os Números de pessoas em Deuteronômio, enquanto Josué esperava no lindo portão para os Juízes verem Ruth chamando em voz alta "Samuel, Samuel". Em um instante, o primeiro e o segundo Reis de Crônicas estavam vindo visitar Esdras, Neemias e Ester pela infelicidade de Jó, seu irmão. Então eles notaram que o senhor Salmos estava ensinando seus filhos Provérbios sobre Eclesiastes e as Canções de Salomão. Isso coincidiu com o período em que Isaías e Jeremias estavam envolvidos em Lamentação por Ezequiel e Daniel, seu amigo. Naquela época, Amós e Abdias não estavam por perto. Três dias depois, Oséias, Joel e Jonas viajaram no mesmo navio com Miquéias e Naum para Jerusalém. Habacuque, em seguida, visitou Sofonias, que o apresentou a Ageu um amigo de Zacarias, cujo primo é Malaquias. Imediatamente após a antiga tradição, Mateus, Marcos, Lucas e João se envolveram em Atos com os Romanos que estavam se comportando como os Coríntios, que também estavam sempre em conflito com os Gálatas. Naquela época, os Efésios, percebendo que os Filipenses estavam perto dos Colossenses, sugeriram aos Tessalonicenses que primeiro deveriam ver Timóteo, que tinha ido à casa de Tito, para ensinar a Filémom, seu irmão mais novo, a ler e escrever em hebraico. Ao ouvir isso, João e Tiago pediram a Pedro que lhe explicasse como divulgaram para Judas a revelação da minha jornada.

* Autor desconhecido.